Warning: trim() expects parameter 1 to be string, array given in /home/belezaparamulher/www/libraries/joomla/html/parameter.php on line 83
Comportamento - Desvendando o sexo feminino - Parte I





Warning: Parameter 4 to JHTMLMenu::treerecurse() expected to be a reference, value given in /home/belezaparamulher/www/libraries/joomla/html/html.php on line 87

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/belezaparamulher/www/components/com_idoblog/models/idoblog.php on line 218
Comportamento - Desvendando o sexo feminino - Parte I
14.07.2009 04:24:43
Faz um bom tempo que não posto sobre comportamento única e exclusivamente por falta de tempo. Contudo, hoje tive uma conversa que me inspirou a exprimir o sentimento mais belo dos belos: o feminino!
Se meninos transitarem por este humilde site, parem por míseros 2 minutos para nos entender melhor.

Estava eu conversando com uma amiga minha sobre relacionamentos, meninos e afins
(aquela conversa típica de banheiro feminino).
Durante a conversa, comparações animadas entre rolos antigos e novos, passageiros e duradouros - como se tivessem mais espectadores do que simplesmente meninas interessadas em assuntos humanos – ganhava espaço para desabafos e tristes fins.



A conversa flui e o cenário da nossa valiosa saliva foram eles: estes mesmos que pararam por 2 minutos. Estes mesmos que nos fazem chorar, brigar, desconfiar.
Infelizmente entendemos muito bem estes aí por trás já dispensando mais que 2 minutos de leitura, afinal não é difícil esmiuçar o que falam, o que pensam e o que são.

Vivem falando da gente, em ângulo menos sentimental (aquela típica conversa de banheiro masculino).
Ainda não revelei a conversa que tive só para ganhar mais uns minutinhos dos leitores masculinos aqui no site, rs. Enfim, vamos a história.


Clique em leia mais e veja a história


Sentada numa mesinha de bar, no intervalo da aula, escuto sobre um rolinho novo da minha amiga. Coisa simples, sem muito sentimento, mais pra esquecer um cafajeste que não a esquece.
Conversa vai, conversa vem, sem muitos pormenores. Cerveja vai, cerveja vem e o novo rolinho é subitamente recuado da conversa.

Eu mais reparava do que aconselhava. Meu momento era de escutar e ouvi-la desabafar. O cafajeste de outrora ganha espaço no cenário e a afeta emocional e psicologicamente. Chora e lamenta-se por ter feito algo de errado. Afinal, ele não voltou. Mas aparece de vez em quando. Às vezes liga para dar sinal de fumaça.

As esperanças da amiguinha voltam, ele some, e ela chora com a cervejinha nos intervalos das aulas.
O tempo de choro e cerveja andam cada vez mais espaçados, porém ela pensa muito nele e toda chance que tem, é motivo para xingá-lo e lembrar de sua existência.
O texto todo fica meio confuso. O título é “desvendando o sexo feminino”, e para a nossa surpresa já desvendamos o cafajestismo deles, não é verdade?

Agora, continuamos sendo uma incógnita. Uma linda e sentimental incógnita.
Se de repente você se identificou com o cafajeste, faça um pequeno favor às amigas de plantão: se não deu certo, não tem problema. Ninguém precisa ficar com ninguém se não quiser.
O ruim é ficar no comodismo e aparecer de vez em quando para criar expectativa de algo que já morreu.

Agora se você liga, é porque gosta. Talvez ficar com ela não seria a melhor opção? Descarte a opção ‘momentânea’, porque, afinal, ela não é descartável.



Tags: comportamento | relacionamento | mulher


 

Reply this post
Username:

E-mail:

  Enter text shown in left:
 




Warning: Parameter 1 to modMainMenuHelper::buildXML() expected to be a reference, value given in /home/belezaparamulher/www/libraries/joomla/cache/handler/callback.php on line 99
Pingar o BlogBlogs

Add to Technorati Favorites



http://www.cortesepenteados.com.br